Seja bem vindo a reflexão!

Sejam bem vindos a Doce Revolução pela via da consciencia

VEM E VÊ

Pesquisar este blog

Quem sou eu

Minha foto
Curitiba, Paraná, Brazil
Eu adoro o que eu digo! É impressionante como me encanto com o que eu mesmo falo, é impressionante como eu me entendo com o que eu mesmo explico.

terça-feira, 25 de junho de 2013

Os sentimentos que me invadem e as sensações que me traem!


"Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto, que o conhecerá"? (Jeremias 17.9).
Sentir ansiedade não é estar ansioso e muito menos ser ansioso;
Sentir determinados apreços por coisas e circunstâncias externas e objetivas que se limitam apenas a vaidade não faz de alguém vaidoso;
Assim como sentir amor, alegria, paz, não faz de alguém amoroso, alegre e pacificado;
O que faz de alguém Ser o que é em quanto se está sendo é o caminho que esse está seguindo, segundo a fé que tem com a sabedoria que carrega e as escolhas que faz.
Com o tempo e sabedoria advinda deste e das diversas dinâmicas pedagógicas da vida, alguns escolhe o que quer “ser” segundo as oportunidades que têm limitados ao tempo e espaço, porém, é essencial resaltar as reações químicas do corpo e situações externas emocionais, que geram sentimentos de ansiedades e necessidades transitórias, superficial que podem gerar sensações extremas destes sentimentos, podendo ser confundidos com que a gente é gerando confusão no que a cremos e queremos.
Por diversas vezes estamos ansiosos e vaidosos no que fato a gente não tem apreço nenhum e apenas aceitamos pela conveniência para vida, mas, quando os sentimentos nos traem ansiamos e nos envaidecemos até pelo que não nos importamos de forma objetiva e subjetiva.

Cabe a quem continuar querendo ser quem é pelo amor que se tem descansar, se fortalecer, e não se esquecer de quem é e para onde se está indo no chão da vida.

Nenhum comentário: