Seja bem vindo a reflexão!

Sejam bem vindos a Doce Revolução pela via da consciencia

VEM E VÊ

Pesquisar este blog

Quem sou eu

Minha foto
Curitiba, Paraná, Brazil
Eu adoro o que eu digo! É impressionante como me encanto com o que eu mesmo falo, é impressionante como eu me entendo com o que eu mesmo explico.

sábado, 20 de setembro de 2008

“Ministério integral” todo homen e todos os homens

Gostaria de dividir aqui minha visão sobre “chamado”:
Uma pessoa pode estar extremamente convicta do seu chamado mais não estar inclinada para desenvolver o chamado, isso pode ocorrer por vários motivos mais gostaria de escrever aqui sobre um deles que percebo que tem atrapalhado muito os escolhidos de Deus a si disponibilizar a obra é a endoculturação é o processo pelo qual cada individuo em um lugar é ensinado de forma involuntária e imperceptível, esse processo se desenvolve por duas vertentes ATRAÇÃO: é a maneira que formamos conceitos de determinados fatos sociais classificando o que é bom e correto. O outro é a PRESSÃO: são sentimentos de obrigação sobre determinados aspectos sociais. Exemplos: Quando um jovem termina o ensino médio ele senti uma atração a fazer um curso superior. Quando um jovem quer casar ele senti uma pressão em ter bens suficientes para dar uma vida melhor a sua esposa do que ela tem.
Com base nesta introdução podemos perceber que hoje existe um fenômeno no meio cristão brasileiro influenciado pelo capitalismo selvagem deturpando o conceito abrangente de ministério integral ora radicalizando e hora ridicularizando,”o ministério integral é ser cristão onde é que estejamos” este discurso não é mentira mais diante da atração e pressão social tem sido uma anestesia um desestimulo aos nossos jovens que Deus os escolheu para exercer um ministério especifico a obra da reconciliação Ex: Pastor, missionário.
Em nossos dias uma pessoa que deixa a faculdade, a família , a profissão e vai de encontro ao ministério especifico a Deus é considerado um fanático, preguiçoso,burro, insensato e desqualificado ou no mínimo um louco, já um cristão que faz um curso superior e se dedica a profissão é considerado um homem prospero,inteligente bem sucedido, com qual desses dois gostaríamos que nossos filhos se casa-se?
Romanos 12:1Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.
Minha reflexão: será que sacrifício é gostoso será que nossa natureza pecaminosa gosta de sacrifício será que socialmente sacrifício é bem aceito?
Mateus 10:39Quem achar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a sua vida, por amor de mim, achá-la-á
Mateus 16-24 Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me;
Renunciar a si mesmo é perder são coisa completamente anti-social é loucura, um sistema empresarial esses princípios são inadequadas, as pessoas estudam para ganhar na vida e não para perder pelo seu próximo. Cristianismo verdadeiro não esta com bases na racionalidade social e sim na fé no amor a Deus e conseguintemente ao próximo.
A única garantia social de um discípulo diferente de um seguidor é instabilidade (Mt 8-20) perseguição (Mr 10-30) injuria, calunia (Mt5-10)...
Atos dos Apóstolos 1:8 Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.
Sei que alguns vão servir em Jerusalém (no ambiente cristão) outros em Samaria ( em todo lugar) e outros nos confins da terra(nos lugares não alcançados pelo evangelho do reino), minha oração é para os que estão em “Jerusalém” e “Samaria” não empeçam os que são chamados para os confins da terra e invistam neles, e para que os que estão ou vão para os confins da terra não desprezam os que estão em “Jerusalém” e “samaria”.
1 Corintios 12-4 Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo.
E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo.
E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos
Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for útil.
Jesus nosso padrão deixou a gloria e teve sua plenitude de servir na cruz, servir não é uma obrigação aos vocasionados é satisfação existencial.

Naquele que nus constrange com Amor Robson Schultz